Tópicos


Transtorno Comportamental do Sono REM (TCSREM)

Normalmente, sonhos ocorrem durante o sono REM. Felizmente, durante essa fase do sono os músculos voluntários são ativamente inibidos, tornando-nos incapazes de agir conforme o conteúdo do sonho (“acting out dreams”).

 

TCSREM é caracterizado pela perda dessa atonia normal. As pessoas afetadas podem apresentar uma variedade de movimentos, que em casos extremos podem ser perigosos ao paciente ou ao seu companheiro (a) de quarto.

 

O paciente pode levantar, caminhar, chutar, lutar, ou mesmo se envolver em atividades complexas como comer, enquanto permanece em sono REM. Nove em cada 10 pacientes com TCSREM são homens.[1,2]
Esse transtorno geralmente afeta pessoas com mais de 60 anos de idade.[1,2].

 

É frequentemente associada com outras doenças neurodegenerativas como Doença de Parkinson (DP)[1,2] Interessante saber que os sintomas do TCSREM podem precede o diagnóstico de DP em questão de anos.[3]Pacientes com DP tem TCSREM coexistente em cerca de 15%–47% dos casos.[4].

 

A natureza progressiva desse transtorno do sono e sua prevalência entre as pessoas idosas e pacientes com síndromes parkinsonianos tem levado à especulação que o TCSREM idiopático é uma doença neurodegenerativa dos neurônios de núcleos profundos e tronco cerebral envolvidos na integração do ciclo sono-vigília e do sistema locomotor.[1–4]

A provável causaseria uma lesão não dopaminérgica no núcleo subceruleus na ponte.

O diagnóstico é feito pela história clinica e corroborado pela videopolissonografia de noite inteira. Num estudo canadense, Gagnon [4] encontrou que 1/3 dos pacientes com DP poderiam ser diagnosticados com TCSREM pelos critériospolissonográficos, quando somente ½ daqueles teriam sido detectados só pela história. Tendo em vista que o tratamento pode ser benéfico, o diagnóstico preciso é importante.

 

Além do mais, o grupo da C. Comella [5] encontrou que o TCSREM era uma causa frequente de traumas e ferimentos-relacionados ao sono de pacientes idosos com DP. O conhecimento dessa relação pode auxiliar os cuidadores a assegurar um ambiente noturno mais seguro aos pacientes.

 

Referências Bibliográficas

1.Sforza E, Krieger J, Petiau C. REM sleep behavior disorder: clinical and physiopathological findings. Sleep Med Rev 1997;1:57-69.

2. Olson EJ, Boeve BF, Silber MH. Rapid eye movement sleep behaviour disorder: demographic, clinical and laboratory findings in 93 cases. Brain 2000;123:331-9.

3. Lai YY, Siegel JM. Physiological and anatomical link between Parkinson-like disease and REM sleep behaviour disorder. Mol Neurobiol 2003;27:137-52.

4. Gagnon JF, Bedard MA, Fantini ML, et al. REM sleep behavior disorder and REM sleep without atonia in Parkinson’s disease. Neurology 2002;59:585-9.

5. Comella CL, Nardine TM, Diederich NJ, et al. Sleep-related violence, injury, and REM sleep behavior disorder in Parkinson’s disease. Neurology 1998;51:526-9.